Menu

9 de maio -  África do Sul elege pela primeira vez na sua história um governante negro

08 MAI 2017
08 de Maio de 2017
Após a eleições gerais de 1994, a África do Sul elegeu pela primeira vez na sua história um governante negro, após mais de quarenta anos sob o regime segregacionista do apartheid, na pessoa do ativista Nelson Mandela, que estve preso por cerca de 28 anos e foi libertado em 1989, para levar a termo a transição do regime exclusionista para uma democracia plena, no que passou à história como a "refundação" do país.

Mandela se tornou, assim, o Pai da Pátria de sua nação, que passou por radicais mudanças em sua estrutura no período 1994-1999: novos símbolos nacionais foram criados, uma nova constituição foi aprovada, e todos - brancos, negros, indianos e mestiços passaram ter igualdade de direitos.

Com algumas ações controversas e criticadas como a má distribuição de renda, corrupção crescente ou a intervenção militar no Lesoto, Mandela deu início a um período de hegemonia política de seu partido - o Congresso Nacional Africano (CNA) - elegendo seu sucessor e mantendo a maioria do eleitorado.
Voltar